Arquivo mensal: Agosto 2017

Fim de semana em Sevilha

Fim de semana em Sevilha

Aproveitei esse final de semana que não ia trabalhar na sexta-feira para aproveitar um pouco passar o fim de semana em Sevilha. Achei um lugar incrível e por isso hoje vou deixar aqui todos os passeios essenciais para quem quer ir conhecer para não perder os monumentos mais bonitos e importantes nesses dois dias.

No meu caso eu cheguei em sevilha sexta feira a noite e aproveitei para jantas, descansar e preparar tudo para poder aproveitar o máximo o sababo e o domingo já que voltava para casa só as 23h.

O que ver em um fim de semana em Sevilha

A capital da Andaluzia é conhecida pela arte, a cultura e o flamenco… tudo flui pelas ruas! A cidade tem muito a oferecer, por isso é recomendável passar pelo menos dois dias para conseguir visitar pelo menos as coisas mais importantes de Sevilha.

Por isso deiaxarei um pequeno guia sobre o que fazer em Sevilha em dois dias. Mas não se preocupe, porque apesar de ser a maior cidade da Andaluzia, os lugares que merecem uma visita são próximos uns dos outros. Portanto, você pode descobrir a cidade a pé em apenas dois dias.

Dia 1

Comece seu passeio visitando a pequena e ao mesmo tempo excepcional Igreja de San Lorenzo, ao norte da cidade. Desta forma, você pode começar a explorar a cidade sem perder nenhum ponto. Após isso, vá para o oeste na Rua Juan Rabadan, para apreciar a vista de longe do rio Guadalquivir. Se for para à esquerda poderá passear pela Rua Rey Juan Carlos, junto à margem do rio.

Se tem a intenção de conhecer algumas obras de património da Andaluzia, atrevesse a Ponte da Cartuja (Puente de la Cartuja). Lá você vai encontrar um maravilhoso jardim americano, onde você pode visitar o Instituto Andaluz do Património Histórico, além do Monasterio de la Cartuja.

Ponte da Cartuja

Se você quiser, pode descer a Rua Rei Juan Carlos até cruzar com a Rua Jándalo. Ao fazer esse caminho chegará na Rua Alfonso XII e desfrutar de seus muitos restaurantes ao lado direito da rua.

Ao continuar seu caminho você encontrará o Museu de Belas Artes e o incrível Metropol Parasol, também conhecido como cogumelos da Encarnação. O último foi construído pelo arquiteto alemão Jürgen Mayer sobre os restos de um mercado, em 1842. Inaugurado em 2011, é o maior edifício de madeira do mundo. A sua forma peculiar e aparência acolhem um pequeno mercado colorido ao longo do ano. A visita a esse lugar é essencial e aproveitar da paisagem ao subir no deck de observação também. Vai deixar você sem fôlego!

Fim de semana em Sevilha

Para continuar o passeio, volte para a principal rua comercial (Calle Serpiente), onde pode desfrutar de compras em uma de suas muitas lojas. Mas tenha em mente que não importa qual seja moda a moda atual, você vai descobrir vestidos de flamenco ainda são a última tendência em Sevilha.

A medida em que o sol se põe vá para a Rua San Pablo, siga sua continuação, que se chama Rua dos Reis Católicos até chegar a majestosa Ponte de Isabel II. A vista deste lugar é realmente impressionantes quando começa a anoitecer.

Ponte da Isabel

Ao atravessar a ponte você chegará no bairro de triana, um dos lugares onde nasceram as tradições do flamenco. Lá poderá desfrutar de uma deliciosa refeição a beira do rio em um de seus restaurantes ou cafeterias. Não há melhor maneira de terminar ser primeiro dia do fim de semana em Sevilha

Dia 2

Comece o dia visitando a mansão      , a maior praça de touros de Andaluzia. Depois vá à magnífica Catedral do século XV, construída sobre as ruínas de uma mesquita, cujo pátio e torre do sino podem ser visitado. A torre do sino, também conhecida como La Giralda, foi construída no século XII. Na Catedral, não se esqueça de conhecer o túmulo monumental de Cristóvão Colombo. Diz-se que há ali ainda coisas preservadas do grande explorador.

Maestranza - Praça de Touros

Depois de descobrir os belos espaços da catedral, incluindo o Pátio de los Naranjos, conheça o Arquivo Geral das Índias. Este edifício tem uma coleção de documentos, mapas e artigos do império espanhol na América do 1492 até o século XIX.

Catedral de Sevilha

Quando terminar de visitar estes monumentos impressionantes, você pode sentir um pouco cansado. A boa notícia é que você estará no Bairro de Santa Cruz, o bairro judeu medieval de Sevilha. Em suas brancas vielas poderá encontrar pequenas lojas e cafeterias aconchegantes. O lugar perfeito para recarregar as baterias para poder continuar o passeio.

Após o descanço, seguimos com o cronograma do fim de semana em Sevilha. É hora de passear ao longo do rio Guadalquivir, até encontrar a Torre del Oro. Esta torre é do século XIII. Ela foi usada como um lugar para manter ouro durante os tempos da colonização. Diz-se de ter tido uma cúpula preenchida com telhas douradas, daí o seu nome tão peculiar.

Ao sair da torre, indo para o sentido leste da cidade, encontrará o impressionante Real Alcazar de Sevilha, um palácio declarado Património Mundial em 1987. Foi usado como forte no 913 e foi renovado e restaurado durante séculos por diferentes governantes de Sevilha. É por isso que, hoje, o edifício apresenta uma excelente combinação de ambos os elementos artísticos árabes e cristãos. Quando você chegar aos Jardins de Alcázar, não deixe de visitar o monumento a Cristóvão Colombo.

Alcazar de Sevilha

A última parada do fim de semana em Sevilha, não pode ser outra que a magnífica Praça de Espanha, no enorme Parque Maria Luisa. Os azulejos coloridos que decoram a praça, representam os eventos mais importantes de todas as províncias espanholas. Esta praça foi construída para mostrar a magnificência da Espanha durante a Exposição Ibero-Americana de 1929. O parque também abriga com orgulho o Museu Arqueológico e o Museu de Artes e Tradições Populares, que são parada obrigatória se você estiver em Sevilla com seus filhos.

Se gostou do post e quer realizar essa viagem confira essas sugestões que podem te ajudar: