Arquivo de etiquetas: mochileiros

Passeio pela china

Passeio pela China: Como mover-se por lá

A melhor maneira de fazer seu passeio pela China é usando trens e aviões.
Quando você chegar na cidade o melhor é caminhar o máximo puder e usar o metrô ou a bicicleta para as distâncias maiores. Uma outra oopção é ir em taxi. Os táxis são mais baratos em comparação com a Europa, EUA ou Japão, embora haja um monte de motoristas de táxi que tentam cobrar mais do que deveria. Por isso, sempre busque taxis oficiais.

Passeio pela China de avião:

O avião é o melhor meio de transporte para as longas distâncias na China.  Só é necessário o passaporte. É aconselhável chegar ao aeroporto com um avanço de 1h30min em vôos locais e 2h em vôos internacionais e lembre-se sempre de buscar os melhores preços nos voos nas várias plataformas como Skyscanner e Edreams.

Passeio pela China em comboio:

Viajar de comboio na China é confortável, barato e seguro. Não espere grandes luxos porque os trens são bastante simples, mas são bem limpos.
É aconselhável comprar os bilhetes de trem com pelo menos 3-4 dias de antecedência porque encontrar para o mesmo dia é praticamente impossível ( Se você viajar no Festival da Primavera, 1 de Maio ou 1º de Outubro, então é melhor comprar os ingressos com mais ou menos 18 dias de antecedência).

Os bilhetes podem ser adquiridos de duas formas: em uma estação de comboio ou online através de uma agência autorizada.

pequin

Comprar em uma estação de comboios:

Se você está em Xangai, Pequim ou Xian, você encontrará uma bilheteira onde pode ser atendido em inglês – estão indicadas com cartazes (Estação Principal de Shanghai, Estação Shanghai Hongqiao, Estação Principal Pequim, Estação Oeste Pequim e Estação Xian). No restante das cidades, você  deverá levar um papel com todas as informações do bilhete escrito em chinês: ponto de partida e chegada, hora de partida, número de bilhetes, classe de bilhete. Pergunte no seu hotel para escrevê-lo. É importantíssimo levar com você o passaporte e o dinheiro.

Nossa recomendação é que, assim que chegar a Xangai ou Pequim, comprar os bilhetes de todas as viagens. Os comboios que não saiam dessa estação terão um custo adicional de 5CNY mas valem a pena para garantir a disponibilidade de todas as rotas.

Compre online através de uma agência autorizada:

Os bilhetes de trem na China pode ser reservado com um máximo de 20 dias de antecedência neste site Mas para isso você vai precisar saber chinês (ou ir traduzindo a página) e ter um cartão de crédito de um banco chinês. Para uma maior comodidade a sugestão é contratar os serviços de uma agência especializada. Em ambos os casos, tudo é pago com o cartão de crédito e você tem a opção de:

  • Que te mandem os bilhetes do comboio ao hotel. Para isso te cobraram em torno de 50CNY adicional tem que enviar uma cópia digitalizada do seu passaporte para uma maior segurança.
  • Você pegar os bilhetes na estação de comboio, já que não se pode viajar com o bilhete que te dão na agência.

xangai

Uma vez no comboio:

  • É recomendado chegar à estação com mais de 30 minutos de antecedência, especialmente nas grandes estações como de Xangai e Pequim. Elas são enormes e têm aeroporto tipo controles de segurança.
  • Painéis com anúncios dos comboios são geralmente em chinês, então é melhor ser guiado pelo número do comboio (escrito no bilhete) e tempo de partida.

Uma vez no trem:

E para terminar as dicas para o melhor aproveitamento do seu passeio pela China, lembre-se disso:

  • Bagagem: viajando com você no compartimento. Há um espaço para malas na porta.
  • WC: tem sempre pia e vaso sanitário (geralmente de dois tipos, chineses e ocidentais), mas sem chuveiro. Altamente recomendado para trazer papel higiénico com você. Eles estão localizados no corredor da cada carro.
  • Alimentação: Há geralmente um carro de restaurante em cada trem. A comida é mais caro e menos era bom, por isso recomendamos almoço ou jantar antes de embarcar no trem e trazer lanches e bebidas com você.
  • Tabaco: Só é permitido fumar nos corredores que entre os carros e o carro restaurante.
Viagem ao Chile

Lugares visitados em minha viagem ao Chile

Acho que todos já sabem, mas o Chile esta na América do Sul no lado esquerdo do mapa e é um pais bem fino e comprido que sempre tive vontade de conhecer. Fiz minha viagem ao Chile começando por Santiago e fui subindo para o norte até chegar em Arica e vou fazer um pequeno resumo das coisas mais importantes de cada um dos lugares que passei.

Viagem ao Chile

Santiago

Santiago é a capital do país. Só por esso fato eu já acho que seja um lugar obrigatório que se deva conhecer. Santiago é a típica cidade grande e há muitas coisas para ver e fazer. E se você gosta de fazer compras há muitas lojas para ver e comprar e coisas bem baratas.

Chile Santiago

Viña del Mar

Viña del Mar é uma cidade agradável e silenciosa dependendo da época. É muito turística por causa de sua praia, mas o tempo nem sempre ajuda permitindo o banho. Eu, por exemplo, não tive coragem de entrar no mar porque estava muito frio mas consegui desfrutar do pôr do sol. e a cidade também tem muita coisa bonita para conhecer, além da praia, como o Castillo Wulff, o anfiteatro de la Quinta Vergara e muito mais.

Valparaíso

Eu me apaixonei por Valparaíso! É a cidade Boémia do Chile. Eu sempre digo que tem alguma semelhança com o famoso “Caminito de Buenos Aires”, mas em vez de ser uma espécie de cenário é uma cidade real onde as pessoas vivem, estudam e trabalham.

Além de ser a cidade boémia, é onde se  localiza o porto o mais importante do Chile. E isso leva a histórias, mitos e outras coisas que fazem dão à cidade um ar de mistério.

É possível conhecer a casa de Pablo Neruda, para quem gosta de suas obras. Também podem se perder pela rua e conhecer essa encantadora cidade.

La Serena

Essa é uma cidade diferente de todas as que já havia conhecido antes.

Para quem gosta de arquitectura vai se surpreender com a arquitectura da cidade. O centro da cidade inteira impecavelmente preservada em estilo neocolonial em creme e pastel. Para mim, isso me fez sentir como se estivesse em um filme de época.

Além disso, tem praias espectaculares. Eu também não conseguiu chegar-me ao mar. O bom é que a praia é muito ampla.

Bahia Inglesa

Em seguida dei uma esticada e fui até a incrível Bahia Inglesa. Recomendo que antes de ir verifique onde vai se hospedar porque o lugar ainda não é muito explorado nesse sentido, mas as praias são maravilhosas! Dessas que parecem que é de mentira. Uma das mais bonitas que ja fui.

Viagem ao Chile

Arica

Arica é a última cidade antes de entrar no Peru. Era uma área de conflito entre os dois países e lá você pode ver parte da história do Chile. Há também um porto. E uma colina de onde se vê toda a cidade rodeada pelas cores laranja do pôr do sol é observado. A cidade em si parecia agradável e tranquila.

Arica

E aqui terminou minha viagem ao Chile com muitas boas lembranças. Aqui deixo alguns dados gerais para quem quiser:

  • Moeda: Para que não sabe a moeda lá é o peso e 1€ são 718 CPL aproximadamente.
  • Comida: Eu achei a comida muito cara. Preferi cozinhar comidas que trouxe da Argentina. Comprar no supermercado e cozinhar vale a pena, mas o fast-food e restaurantes são mais caros.
  • Hospedagem: Existem hotéis e albergues. Eu fiquei em um albergue porque fui fazer uma viagem económica e gastei em torno de 15€ por noite.
  • Estradas: As rotas do Chile são boas, a única parte ruim é que nas estradas eles não contam com muitos postos de gasolina por isso é bom ir com o tanque cheio e buscar onde irá abastecer o carro novamente para não correr o risco de ficar largado na estrada. e também não esqueça do mapa.

Se você gostou do que disse de minha viagem ao Chile sugiro ler o texto sobre o meu passeio pela Argentina.

viagem para Índia

Todos os preparativos de viagem para Índia

Para todas as viagens existem seus preparativos, algumas mais especificas que outras, e por isso hoje vou fazer um resumo de tudo o que você precisa levar em conta antes de sua viagem para Índia.

Preparativos de viagem para Índia:

  1. Vacinas: O tema vacina é um eterno debate. Enquanto algumas pessoas preferem não se vacinar porque acreditam que por trás de tudo isso, há uma empresa de indústria farmacêutica visando lucro e que isso não é necessário, a única coisa que eu posso fazer é aconselhar a tomar é perguntar ao seu médico de confianças se você precisa tomar alguma vacina ou não. Em seguida, deixo um artigo sobre as vacinas necessárias para a Índia, para que lhe ajude a reflexionar sobre o tema.
  2. Vistos: Aqui não há muito o que pensar. Ou você tira o visto para Índia ou não pode entrar no país.
  3. Seguro viagem: Existem muitos tipos de seguros, preço e cobertura.
  4. Aprender inglês: Nós todos sabemos que o inglês facilita nossa vida em todos os países, por isso, se você tem tempo antes da sua viagem, dê uma actualizada no seu inglês que com certeza não vai se arrepender
  5. Leitura sobre Índia: Aproveite para buscar mais informações e conhecimento sobre o lugar que você vai para quando chegar la saber a história dos lugares que esta visitando.
  6. Voos para Índia: Existem centenas de sites que oferecem voos para todos e alcançar o melhor é como encontrar a agulha no palheiro.

Glance

Já na Índia:

  1. Onde ficar a primeira noite: Além das diversas plataformas de hotéis pode encontrar um apartamento a preço super acessível no Airbnb. Eu recomendo que você fique perto do centro, dos principais pontos turísticos que deseja conhecer ou então em um lugar bem comunicado com transportes públicos para não perder muito tempo e dinheiro com transporte.
  2. Moeda: Nunca é tarde para ler algumas informações sobre a rupia, a moeda da Índia INR abreviada e pronuncia-se “rupi”. Veja como fará para trocar sua moeda e se os lugares que você pretendem ir aceitam cartão para não ter problema de ficar sem dinheiro.
  3. Lingua: Claramente, com o Inglês que podemos passar perfeitamente pela Índia. Lá não são todos que sabem o idioma mas nos principais pontos turísticos e hotéis, todos sabem inglês então por isso não se preocupe.
  4. Roteiro: É sempre bom estudar antes e saber exactamente qual vai ser o planeamento e todos os itinerários para aproveitar o máximo de tempo disponível e ver cada maravilha.

Se você gostou desse post veja também sobre o passeio pela china: como mover-se por lá.